• Twitter
  • Facebook
Home \ Halachot \ Tefilim – por Fábio Erlich

Tefilim – por Fábio Erlich

01.03.11  |   Halachot  |  Marcella Becker

BS”D

Sabemos que todos os dias, os homens devem colocar Tefilin. Muitas pessoas perguntam o motivo desta mitzvá e qual a intenção devemos ter no momento em que estamos colocando o Tefilin. Então a pergunta é: quando estou colocando meu tefilin, o que devo pensar? Qual cavaná (intenção) devo ter no momento em que estou praticando esta mitzvá?

 image003 Tefilim   por Fábio Erlich

Resposta:

Em primeiro lugar, temos que ter em nossa mente que no momento da colocação do Tefilin, devemos saber que estamos cumprindo uma mitzvá deoraitá, ou seja, da Torá e isso é essencial para que possamos começar a colocação. Assim sendo, devemos fazer esta mitzvá com muito amor e tentar entender o que estamos fazendo neste momento que se repete quase todos os dias da nossa vida, a exceção de Shabat,Yom Tov, Chaguim e Chol Hamoed. Ainda, devemos ser cuidadosos em pronunciar as brachót e não falar entre a colocação do tefilin do braço e o da cabeça. Há costumes diferentes entre ashkenazim e seferadim em relação a realização ou não da brachá do tefilin da cabeça.

A linguagem trazida pelo Shulchan Aruch, o código de leis, traz o seguinte: devemos ter a intenção que Hashém nos ordenou colocar 4 parashiót, em que nelas contém a unicidade do nome de D´us, bem como a saída do povo judeu do Egito, em nosso braço, em direção ao nosso coração e o da nossa cabeça, em colocado em nosso cérebro, com sua direção apontada para os Céus. Isso serve para que possamos lembrar neste momento todos os milagres e maravilhas que Hashém fez com os nossos antepassados, que indica a Sua unicidade e é Ele que governa e reina no mundo superior e nos mundos inferiores, para que possamos fazer a Sua vontade. Com isso, no momento da colocação do Tefilin, devemos saber que nossa alma está sempre voltada para Hashém, como deve acontecer com o nosso cérebro no momento de pensar. E também o tefilin do braço vem nos lembrar que o nosso coração, é a fonte principal de nossos desejos e de nossos pensamentos e que até eles estão voltados e pensando em Hashém. Com isso podemos lembrar de D´us em todos os momentos de nossa vida e também ter uma ligação muito forte com o nosso Criador.

Vale a pena contar uma passagem da Guemará, que relata o momento em que Moshé pede a D’s que mostrasse o seu caminho, revelando como ele age no mundo. Hashém lhe responde que sua face não poderia ser vista, mas que mostraria as suas costas e nos conta Guemará que D´us mostrou o nó do tefilin de “sua cabeça”. Como assim? D´us coloca tefilin? D´us possui “cabeça”? Na realidade, a Guemará quer nos mostrar que o tefilin simboliza os caminhos de Hashém, preto, muitas vezes obscuro, onde nós, seres humanos, não conseguimos entender de forma completa. Porém, sabemos que a tira do lado esquerdo do tefilin da cabeça é menor que a do lado direito, pois a direita representa a bondade e a piedade, que é sempre maior que a justiça de D´us, representado pelo lado esquerdo. Além disso, “as costas” de D’us significa que muitas vezes, só conseguimos entender os Seus caminhos após o fato já ter acontecido, quando pensamos no passado e muitas vezes, nem vendo o passado conseguimos compreender.

Que tenhamos o mérito de ter as intenções corretas em tudo o que fazemos na nossa vida, pensando em D´us em todos os momentos para que em breve possamos ter Mashiach em nossos dias.

Comentários fechados.