• Twitter
  • Facebook
Home \ TORÁzinha \ Respostas corretas

Respostas corretas

04.01.11  |   TORÁzinha  |  Marcella Becker

Certo dia chuvoso, David não pôde sair para jogar bola na rua, então ficou em casa e sentou-se na sala para brincar com sua irmã mais nova, Rebeca. Enquanto ele movia seus carrinhos, criando o cenário de uma corrida, Rebeca penteava os cabelos de sua boneca calmamente com uma escova.

De repente, no meio de seus “vrumsvrums” dos motores, David começa escutar a irmã reclamar com seu brinquedo: “Nossa bebê, que nó enorme nas pontas dos seus cabelos. Vou ter que fazer mais força para tirar”. E, forçando a escova com mais intensidade nos cabelos da boneca logo ouviu-se na sala inteira um “cleck”!!!!

Quando David olhou, a cabeça da linda bonequinha de sua irmã caçula estava quebrada, no chão. Sabendo o que estava para acontecer, o menino imediatamente foi consolá-la, já que aquele era seu brinquedo favorito. E, como era de se esperar, Rebeca realmente começou a chorar. “Bebê, não! Eu não queria te machucar”. David, enxugando as lágrimas da irmã, tentou acalmá-la: “Poxa, Bequinha… essas coisas acontecem. Você brincou muito com essa boneca e eu sei que você a amava, mas podemos achar uma ainda mais bonita. O que acha, vamos falar com a mamãe?”.

“Não! Eu não quero outra boneca, quero o meu bebê. E ela ainda pode voltar, né?”. Surpreso com a resposta da irmã, David replicou: “Bequinha, desculpa, mas sua boneca quebrou, ela não vai voltar”. Mas Rebeca escutava com muita atenção ao que seus pais diziam e logo respondeu: ”Ué, a mamãe não vive dizendo que se D’us criou tudo isso aqui que a gente vê, nada para Ele é impossível? Ele pode consertar minha boneca, tenho certeza. Vou rezar e pedir”.

David achou realmente bonito o gesto da irmã, mas não queria vê-la desapontada: “Querida, rezar não vai adiantar, ela quebrou”. Mas, persistente, Rebeca prosseguiu com sua decisão. Ainda chorando aos soluços pela boneca quebrada, ela se colocou a rezar: “Hashem, por favor, conserta a minha bonequinha, por favor. Eu gosto tanto dela…“. David não queria falar “Eu te disse” para irmãzinha alguns minutos depois, então se retirou para o quarto até ela parar de chorar. Ele sabia que ia demorar algumas horas para Rebeca se recuperar do ocorrido, ela realmente amava aquele brinquedo.

No entanto, não passada nem meia hora, Rebeca veio ao quarto de David, saltitante, perguntando se ele não queria jogar dominó. Aceitando prontamente, feliz de ver a alegria da irmã, David ficou sem entender para onde tinha ido toda a tristeza da menina quando viu a boneca, ainda quebrada, no chão da sala. Não resistindo à curiosidade, ele falou: “Bequinha, sinto muito de novo pela sua boneca. Que bom que você está mais feliz, mesmo que dessa vez D’us não tenha podido escutar sua reza”. Ao que Rebeca respondeu: “Como assim? É claro que Hashem escutou minha reza, ele escuta todas as rezas. Só que dessa vez ele teve que responder ‘Não dá’, nem sempre o que a gente pede pode acontecer né, David?”.

Impressionado com a inteligência da irmã, David brincou com ela por horas, os dois muito felizes. Naquele dia ele aprendeu que D’us sempre nos ouve e que quando não somos atendidos não quer dizer que não tivemos uma resposta – de repente ela só não foi aquela que esperávamos.  

0 Comentários.

Deixe um comentário