• Twitter
  • Facebook
Home \ Parasha \ Reê – por Rav Netanel Tzippel

Reê – por Rav Netanel Tzippel

27.02.11  |   Parasha  |  Marcella Becker

 BS”D

Chodesh Elul – duas que nas antigas gerações provocaram aos judeus que as escutaram, um início de “tremores de medo” – do “dia do julgamento”, que se aproxima Rosh Hashana e Yom Kipur.   O mês de Elul, já está na nossa frente. Quando estamos no nosso cotidiano, quase não existe possibilidade confortável para acertarmos nossas “contas” com a consciência – a concepção sobre o que acontece conosco, para isto foi designado o mês de Elul.

Os meses do ano, do calendário ivrit, estão cada um com recheios diferentes, sendo que cada mês é o dono de uma personalidade diferente. Existem meses que simbolizam alegria, como o mês de Adar; luto, como os meses de Tamuz e Av; florescimento, como Shvat; e por aí vai…

O mês de Elul simboliza prestação de contas. Podemos comparar este mês ao mês das prestações de contas anual que todo dono de negócios faz. Como um empresário poderá saber se seu negócio é um sucesso? Ou um prejuízo? Como averiguará o quanto avançou neste ano ou “Chalilah” talvez regrediu. Isto ele saberá quando parar, uma vez por ano, por um mês – geralmente dezembro – e fará um balanço especificando seus lucros e despesas.  O mesmo acontece na vida intelectual, o ser humano não poderia saber sua situação se não parasse e pensasse: o que fiz até hoje? Qual a minha situação? Como eu posso melhorar? Será que eu me esforço o suficiente para HaKadosh Baruch Hu?  Será que eu agradeço e devolvo as benevolências ao Criador do mundo por tudo que Ele me dá? Para que cheguei ao mundo? Será que eu preencho a meta a qual fui destinada? 

Esta é a meta do mês de Elul. Simplesmente para tudo, averiguar, pensar e tentar consertar.  Descobrir em que posso mudar e melhorar.  Neste momento a alegria do ser humano é incentivada através de que nesse mês não faremos este trabalho sozinho! Nossos sábios compararam o mês de Elul ao Rei que sai para os campos do povo; o Rei chega, observa e visita o povo nos campos, para ver seus consumos, suas faltas e em que pode ajudar.  Todos se preparam e querem se aproximar do Rei, tentar pedir algo pequeno, algo que mudará suas vidas. A verdade é que este fato também nos dá uma pista sobre o nome do mês. As letras da palavra Elul são: EU PARA D’’S E D”S PARA MIM” – “ANI LE DODI VE DODI LI” – HaKadosh Baruch Hu está aqui ao nosso lado e somente o que falta é nos aproximar Dele e pedir. Este é exatamente o tempo de nos aproximar de HaKadosh Baruch Hu e pedir que neste mês Ele nos ajude a nos preparar para os “Dias do Juízo”. Que HaKadosh Baruch Hu nos ajude a fazer a mesma “conta de consciência” e a mesma “soma de nossos feitos”.

elul Reê   por Rav Netanel Tzippel

Comentários fechados.