• Twitter
  • Facebook
Home \ Parasha \ Haazinu – por Rav Dov Stern

Haazinu – por Rav Dov Stern

29.12.10  |   Parasha  |  Marcella Becker

BS”D                                                         

Esta semana entre Rosh Hashaná e Yom Kipur é denominada por nossos sábios como os 10 dias de Tshuvá, vê-se coroada pelo sábado intermediário chamado Shabat Tshuvá.

A Haftará que lemos nesse Shabat é de Hosheia, 14, que diz:

                      “Shuva Israel – retorne, o Israel, até Hashem seu D’s”.

Imagine que você tem 120 segundos para entrar onde rei guarda sua fortuna. O rei deu-lhe um grande saco, e permitiu a você sacar o que quisesse durante 2 minutos, depois desse tempo você poderia ir embora e ficaria milionário.

Agora imagine se dentro deste quarto tivesse uma pessoa te perguntando o que está acontecendo no Iraque e outra te chamando para assistir o filme Star Wars e uma terceira te contando uma fofoca.

Esses fatos te são relevantes? De jeito nenhum! Você poderia ignorá-los e continuar a pegar a fortuna que o rei te permitiu. Cada segundo conta, e continua o tic tac do relógio.

Todos têm esperança de 120 anos, mas sabemos como os anos passam rápido. Nesse aspecto o nosso prazo de direito sobre esta terra é de 120 segundos no interior do cofre do rei. Se usarmos o nosso tempo sabiamente, podemos acumular boas ações e tshuvá. Quanto tempo perdemos em fofocas e outras coisas que nos ajudam somente a desperdiçar cada momento precioso que o Rei dos Reis – Hashem nosso criador – concedeu-nos sobre este mundo.

Os dez dias de Tshuvá, o período entre Rosh Hashaná e Yom Kipur, é um único convite para entrar no cofre do Rei. Aqui está uma chance – Agarre-a!

Você se imagina proprietário de um saco inteiro de diamantes, rubis, esmeraldas e muito ouro?

Agora, aqui está: trinta minutos após a oração pessoal, estudo de Guemará, ou recitando Salmos do fundo do coração. Cada minuto de “Asseret Yemei Tshuvá”, ou a dez dias da penitencia, é uma jóia a ser vigiada, não deixe que o Yetzer Hará roube seu valioso tempo!

0 Comentários.

Deixe um comentário