• Twitter
  • Facebook
Home \ Halachot \ Conduta adequada durante a Tefilá – por Rav Benjamin Zagury

Conduta adequada durante a Tefilá – por Rav Benjamin Zagury

29.12.10  |   Halachot  |  Marcella Becker

BS”D

Corpo Limpo

É importante que nosso corpo esteja limpo para podermos rezar. Por isso, é proibido rezar quando estivermos com vontade de fazermos nossas necessidades e se rezarmos nesta condição, nossa reza é considerado uma abominação.

Isto se refere, tanto à Amidá, quanto ao Shemá Israel, brachot em geral ou até mesmo ao estudo da Torá.

Se no meio da reza a pessoa sente vontade de ir ao banheiro e sabe que se sair neste momento vai perder a reza com minian, pois não conseguirá começar a Amidá junto com os outros, é preferível rezar sem minian do que rezar com minian com o corpo sujo.

Se for passar do horário da reza, pode-se rezar mesmo com vontade de fazer as necessidades, com a condição de que calcule que aguentaria 72 min.

 

Se começou de forma proibida           

Mesmo se estiver com um pouco de vontade, não poderá rezar. Se mesmo assim, a pessoa começou a reza, se calcula que conseguiria se segurar por 72 min, pode continuar. Caso contrário, deverá interromper a reza (Shemá ou Amidá) ir ao banheiro e continuar de onde parou. Mas se ficar no banheiro o tempo de acabar toda a amidá, deve recomeçá-la.

Caso tenha rezado e sabe que não aguentaria 72 min, sua reza não foi válida e deve rezar novamente.

Caso tenha rezado com vontade de urinar, e calcula que não conseguiria se segurar 72 min, apesar de ser proibido rezar nestas condições, não precisa rezar novamente.

Se está em dúvida se consegue aguentar 72 min consideramos como se conseguisse. Se achava que conseguia aguentar 72 min e após a reza percebeu que não aguentaria, mesmo assim sua reza é válida.

 

Se começou de forma permitida:

Se quando começou a rezar não estava com vontade de ir ao banheiro, e esta surgiu no meia do shemá, de qualquer forma terá que interrompê-lo entre os capítulos, pois não pode começar a amidá assim.

Porém, se a vontade surgiu no meio da amidá, pode-se continuar mesmo qua a vontade aperte, pois começou de forma permitida. Caso sinta necessidade de interromper, deverá finalizar a brachá em que se encontra e ir ao banheiro sem interromper com falas. Após sair do banheiro, deve voltar ao seu lugar e continuar de onde parou (se ficar no banheiro o tempo de acabar toda a amidá, deve recomeçá-la).

 

Outros

É proibido rezar na frente de fotos, figuras de pessoas ou animais, por parecer idolatria. Não adianta, nem mesmo, fechar os olhos.

É proibido também rezar na frente de um espelho, por parecer que está rezando para si mesmo. Também neste caso não adianta fechar os olhos.

O mais correto é que também não haja nada de vidro na frente das pessoas que estão rezando, para não parecer que estão rezando para a sua própria imagem. Porém, neste caso, é permitido rezar se estivermos com os olhos fechados ou olhando para o sidur e não para o vidro.

É proibido recitar o shemá ou rezar na frente de um homem nu, uma criança nua, ou uma mulher que deixa a desejar em sua tsniut (recato), pois estes poderiam atrapalhar nossa a intenção na hora da reza.

 

 

 

0 Comentários.

Deixe um comentário